Filme “Plínio Marcos Nas Quebradas do Mundaréu” terá lançamento em Santos com presença do diretor

Julio Calasso

Julio Calasso

O artista santista que influência gerações dos palcos brasileiros ganha reverência no filme “Plínio Marcos Nas Quebradas do Mundaréu”, que terá avant-première na terça, 18 de novembro, 20h, na sala 1 do Cine Roxy 4 do Shopping Pátio Iporanga.

A sessão, que ocorre um dia antes do aniversário de 15 anos do falecimento de Plínio, contará com a presença do diretor Julio Calasso, e artistas consagrados que estarão lá para homenagear Plínio: o ator santista Sergio Mamberti, o cineasta Carlos Cortez (do filme “Querô”) e Assunção Hernandez (distribuidora do filme). Parte da sala será reservada para convidados, como alunos do Instituto Arte no Dique, cuja sede leva o nome do artista, e do Instituto Querô, que faz menção ao personagem criado pelo dramaturgo.

Interessados em ver o filme podem enviar email para eventoscineroxy@gmail.com e aguardar resposta de confirmação. Caso não haja resposta, é por que a lista lotou. A sessão é uma parceria da Santos Film Comission, do Cine Roxy e da Propícia Produções. Depois da exibição, haverá um bate-papo com o diretor.

“Esta foi a missão de que me incumbi: desvendar através de um cine-documentário a riqueza de uma obra teatral que se iniciou em sua juventude santista, quando, tomado de ira santa por um episódio de violência sexual contra um menor preso, em papel de pão de padaria e escrito à mão, Plínio Marcos ‘desabafou’ Barrela e o teatro brasileiro nunca mais foi o mesmo”, comenta Julio.

O cineasta relembra: “Nós nos conhecemos há exatos 50 anos. Ele vinha de Santos e eu do Teatro Oficina e nos ‘trombamos’ no teatro de Arena onde atuei em sua primeira montagem em São Paulo, ‘Reportagem de um Tempo Mau’, ao lado de Walderez de Barros, Ney Latorraca e meu saudoso amigo e irmão Claudio Mamberti, que me introduziu no respeito pela vanguarda artística e cultural de Santos que ele sempre prezou”.

filme 1“É disso tudo que procurei me contaminar quando procurei Gilberto Mendes e pedi licença de utilizar ‘Santos Football Music’ na abertura do filme, juntando Pagu, Cláudio e o Sergio Mamberti, Pedro Bandeira e Tanah Correa, o Porto, a Escola de Samba X9, as origens, o circo. Capturei as primeiras imagens nas montagens de um grupo de teatro no Rio de Janeiro em homenagem ao saudoso poeta morto, novembro de 1999”, recorda.

Depois, o filme será exibido durante a quarta Mostra Cultural do Instituto Arte no Dique, no sábado, dia 29, 15h, na sede da instituição.

Serviço:
Avant-première do filme “Plínio Marcos Nas Quebradas do Mundareu”, com presença do diretor Julio Calasso.
Terça-feira, 18 de novembro, 20h
Sala 1 do Cine Roxy 4 do Shopping Pátio Iporanga, Av. Ana Costa, 465, Gonzaga.
Interessados em participar devem enviar email para eventoscineroxy@gmail.com e aguardar resposta de confirmação. Haverá lista de presenças na entrada. Vagas limitadas (pois parte da sala será para convidados).
www.cineroxy.com.br
www.facebook.com/cineroxyoficial