Zéllus Machado parte aos 53 anos

Na Cadeia Velha, com o Percutindo Mundos

O escritor, cantor, músico, menestrel, animador, palhaço, entre outras atividades, e sempre talentoso Zéllus Machado faleceu, em Santos, aos 53 anos.

A cultura e a arte perdem alguém que sempre batalhou pela disseminação de ambas e trilhou um caminho especial, levando talento, humor, alegria e inteligência a vários palcos e ruas do país.

Em outubro, Zéllus concedeu uma entrevista ao CulturalMente Santista, na qual relembrou sua trajetória e falou sobre projetos, inclusive uma auto-biografia.

O conheci pouco. O maior contato foi nessa entrevista, que aconteceu em frente ao Aquário Municipal de Santos. Nessa e em outras ocasiões que o encontrei, sempre manteve uma postura ética, jamais falou mal de alguém, e sempre se mostrou grato aos amigos e colegas que o ajudaram.

Zéllus esteve presente no lançamento da Coletânea CINEZEN | Vol. 1. Como em todas as ocasiões, foi gentil, querido.

Fica o carinho e a admiração.



Os comentários estão desativados.